É possível menstruar durante a gravidez?
Freqüentemente, o primeiro sinal que levanta a suspeita de gravidez é o atraso da menstruação. Realiza-se um teste e ... parabéns!

Por outro lado, será que o contrário é possível? Será que, estando grávida, ainda pode haver menstruação?

Nessa hora, sempre vem alguma amiga, parente, conhecida,... etc., contando o caso da avó da tia da vizinha que teve menstruações regulares até o parto ou 5º mês. Esse tipo de informação pode deixar desesperada a mulher que não está querendo engravidar.

Neste caso, por favor, proteja-se com um método anticoncepcional eficaz. Atualmente há muitas opções disponíveis no mercado e certamente um será adequado para você.

Menstruação, a rigor, é o desprendimento periódico do endométrio devido à redução dos níveis de estrogênio e progesterona produzidos pelo corpo lúteo. (leia mais sobre ovulação e menstruação na página Ovulação e período fértil deste site).

O fato é que não é normal ter qualquer tipo de sangramento durante a gestação, exceto o chamado “sangramento de implantação”. Em outras palavras, seria uma pequena perda sanguínea decorrente da fixação do embrião na parede do útero devido ao rompimento de um pequeno vaso. Este sangramento é geralmente de pequena quantidade, escuro ou rosado, semelhante ao do início ou do final da menstruação e não dura mais do que três dias.

Porém, a presença de sangramento sempre deve ser avaliada pelo seu médico, pois pode ser indício de algo mais grave como uma ameaça de aborto. Neste caso, o sangramento costuma ser mais volumoso, com coágulos, e acompanhado de cólicas. Por meio do exame ginecológico e ultra-som é possível saber se tudo está bem com o bebê. Aí você vai ter que ficar de molho, sem muito esforço físico ou ter relações sexuais até ser liberada pelo obstetra, principalmente se tiver um hematoma na placenta.

Outra situação grave relacionada ao sangramento vaginal no começo da gravidez é a gestação ectópica, ou seja, fora do útero (geralmente nas trompas). O maior perigo é a possibilidade de rotura com hemorragia para dentro do abdome. Como o sangue causa irritação do peritônio (revestimento uterino da cavidade abdominal), há uma dor aguda e intensa. Procure imediatamente um serviço de emergência.

Causas menores de sangramento são infecções vaginais, inflamação no colo do útero e trauma durante a relação sexual. A dilatação do colo do útero no trabalho de parto pode causar um sangramento discreto e sem maior repercussão.

Uma causa rara de sangramento vaginal é a doença trofoblástica gestacional. Esse nome complicado significa um tumor da placenta que, por um problema genético, não tem embrião e desenvolve muitas vesículas. O diagnóstico é feito por ultra-som e o tratamento é feito com curetagem interna.

Ao longo da gravidez, outros problemas podem causar sangramento vaginal, necessitando da avaliação imediata do obstetra.

Sangramento em grande quantidade na segunda metade da gravidez pode ser um sinal da chamada placenta prévia (PP). Um exame de ultra-som pode esclarecer essa suspeita. Essa complicação leva a sangramentos cada vez maiores com risco direto para o bebê. Desta forma, é necessário um acompanhamento rigoroso do seu médico.

Outra causa de sangramento é o descolamento prematuro de placenta (DPP). É a separação da placenta da parede do útero antes do nascimento do bebê no final da gravidez. Há sangramento escuro e cólicas. Por ser uma condição muito séria, é necessária uma atitude urgente, pois coloca em risco a vida do bebê.

Os conceitos apresentados têm como objetivo esclarecer sobre as diversas possibilidades de causas de sangramentos durante a gravidez. Sempre é recomendável checar com o seu médico qualquer dúvida que você tenha sobre esse assunto. E o pré-natal é fundamental para uma gravidez tranqüila e saudável.
© Copyright Mantecorp 2008. Todos os direitos reservados.              Mapa do Site | Imprensa | Política de Privacidade | Aviso Legal

Este site tem caráter meramente informativo. Consulte sempre o seu médico.

LANIDRAT* – lanolina. Reg. M.S. nº 10009300006. OVATEL* – Monitor de ovulação através da saliva. Reg. M.S. nº 10009300004.
ESTES PRODUTOS NÃO SÃO MEDICAMENTOS. Pertencem à categoria produtos para saúde. (Atualizado em 09/06/2009)
By Jet Sites